Turismo Rural, Enoturismo, Chaves,

De construção setecentista, meados do século XVIII, a Casa Grande do Seixo como é mais conhecida, constitui na povoação em que se insere uma presença marcante de relevante valor arquitectónico, histórico e cultural. A Casa Grande do Seixo apoiada na rua principal da aldeia predomina sobre toda a malha construída como elemento preponderante da vivência rural e religiosa que se mantêm até aos dias de hoje. Inserida numa fértil planície localizada entre a serra da Falgueira a nascente e a serra do Barrocal a poente onde corre a ribeira de Oura, é atravessada por percursos que ligam a belíssimos caminhos rurais de características seculares onde se encontra uma paisagem de pura natureza.
Construtivamente a casa desenvolve-se em sólidas paredes de granito em juntouro com cantaria regular. Os pisos constituídos por estrutura de madeira em vigamentos irregulares sobre os quais assentam a tábua larga corrida. A cobertura também em estrutura de madeira com telhas cerâmica de canal e coberta nos beirais e telha marselha nos vários planos de águas.
Arquitetonicamente implantada em forma quadrangular apresenta um pátio interior sobre o qual a casa se articula e desenvolve. Na parte posterior e contíguo a um caminho, desenvolve-se um conjunto de anexos de características rurais que servem de apoio a atividades agrícolas tais como lagar, adega, armazém e futura sala de provas de vinho.
A casa com um desenho austero tem a fachada principal de arquitetura solarenga, as cornijas bem trabalhadas e fenestrações amplas que lhe conferem um simbolismo maneirista e barroco. O pátio de características transmontanas com varandas envolventes muito soalheiras, ligam no piso superior as várias dependências da casa.

http://www.casagrandedoseixo.pt/