A feira provém do seu signiἀcado mais profundo e tradicional. Noutros tempos, quando as comunicações eram mais difíceis, a Feira dos Santos era o grande momento em que a cidade de Chaves e a sua envolvente se enchiam de visitantes que vinham vender os seus produtos. Visitantes das redondezas, e também de longe, aqui se juntavam todos os anos, e isso, por si só, era motivo de festa saboreando o Polvo cozinhado à moda da Galiza regado com vinho da região.

Chaves soube manter, como poucas cidades, este duplo espirito comercial e de festa, dando lugar a um evento que se converteu na princi-pal feira tradicional da região. Aos mercados tradicionais juntam-se propos-tas comerciais contemporâneas de todo o tipo, bem como uma agenda de eventos culturais e lúdicos para todos os gostos e idades.

Momento também propício para desfrutar dos sabores típicos da região de Trás os Montes e Galiza, pois nesta altura do ano já se saboreiam os pratos quentes e doces.