Naturaleza en Ourense y Portugal. Camino de Santiago y Turismo Activo. Vive la Experiencia Visit Chaves Verin 03

A natureza na fronteira oferece espaços naturais de grande beleza para percorrer, explorar e para os mais aventureiros, realizar atividades físicas-desportivas em contacto direto com a natureza. A Eurocidade oferece um amplo leque de possibilidades de turismo de natureza desde rotas de BTT, coma a rota do Presunto, ou a conhecida Rota do poço do demo, até rotas de turismo no entorno do Rio Tâmega, perto da união de ambos municípios até ao Birdwatching, uma das atividades mais praticadas no Norte de Europa, é outra opção, uma agradável forma de contactar com a natureza e conhecer diferentes espécies de fauna. Perde-te nestas rotas, disfruta da passajem percorrendo as rotas transfronteiriças, realizando turismo ativo e muito mais.

ROTAS ORNITOLÓGICAS

Chaves-Verin apresenta uma proposta em contacto com a natureza ao alcance de todos os que nos visitam, nomeadamente aos aficionados da observação de aves (Birdwatching). Para isso estão desenhadas, 3 Rotas Ornitológicas na envolvência do Rio Tâmega que vale a pena descobrir e conhecer. Através destas rotas pretende-se de una maneira simples, juntar-nos a riqueza avifaunística de este território de fronteira.

  1-Rota de Tamaguelos - Mourazos

 Distancia: 2,4 km. Tempo estimado: 40 min. Dificuldade:baixa

 2-Rota da Raia.

Distancia: 2,7 km. Tempo estimado: 40 min. Dificuldade: baixa

  3-Rota das Lagoas de Chaves

 Distancia: 2,6 km. Tempo estimado: 40 min. Dificuldade: baixa

 As rotas ornitológicas da Ecovia do Tâmega, encontram-se sinalizadas com balizas indicadoras e contam com mesas interpretativas ao largo do trajeto.  Os observatórios ornitológicos permitem a observação de aves nas lagoas de Mourazos (Verin) e Chaves na Rota Tamaguelos-Mourazos, podemos encontrar uma área de recreio, com painéis interpretativos que propõem uma aula de natureza aberta. Este projeto pretende fomentar o interesse e por em prática o valor dos espaços naturais, em municípios transfronteiriços que estão associados ao rio. O espaço natural onde se insere as ribeiras do rio Tâmega no território galego esta englobado na Rede Natura 2000 e qualificado como ZEC (zona de especial conservação), protegendo os seus bosques de ribeira e vegetação aquática. Em quanto a espécie faunística se pode falar de umas 180 espécies de vertebrados 

Caminho de Santiago a seu passo pela Eurociudade Chaves-Verin

O Caminho Português de Interior estende-se ao longo de  205 quilómetros em território português, atravessando os municípios de Viseu, Castro Daire, Lamego, Peso da Régua, Santa Marta de Penaguião, Vila Real, Vila Pouca de Aguiar até chegar a Chaves. Já no Bairro sul da Eurociudade, o caminho atravessa as paroquias de: Oura; Vidago; Selhariz, Vilas Boas, Vilela do Tâmega; São Pedro de Agostem; Samaiões; Madalena; Santa Maria la Maior; Santa Cruz / trindade; Outeiro seco; Vilarelho Raia. Cruza a fronteira em Vilarelho Raia para percorrer aproximadamente uns 180 km da Via da Prata, desde Verin para chegar a Santiago de Compostela.

Verin, é a união de vários caminhos de Santiago: Caminho Sudeste -Via da prata, procedente de Zamora, uma variante a Bragança e outra continua até Puebla de Sanabria e o Caminho interior português procedente de Chaves.

O Caminho Interior Português, enlaça com o Caminho Sudeste, em Feces de Abaixo, paróquia pertencente ao município de Verin.  Desde este ponto o  caminho continua por Mandín, Tamaguelos até chegar a Verin. Já no bairro norte da Eurociudade, poderão carimbar as credencias no posto de informação turística e recolher toda a informação que necessitem para continuar viagem.

A Eurociudade Chaves-Verin, oferece múltiplas opções para pernoitar: Hotéis, hostels, Pensões, Albergue de peregrinos de Verin, na Avda. Luís Espada deverão continuar a rota até passar a ponte do Rio Tâmega, que os levará a zona mais antiga da Cidade; o bairro de San Lázaro, um Paço do Séc. xviii, conhecido como casa do escudo, poderá ser uma opção para pernoitar; um amplo alojamento da Rede de Albergues da Xunta de Galícia, que oferece um porto de abrigo ao caminhante.